Remoção de Tatuagem

 15-5-2018   Tania Madureira   Artigo

Oi oi minha gente! Tudo bem com vocês?

Você já viu ou pensou em fazer uma tatuagem mas ficou com medo de se arrepender depois? Ou foi na onda de uma modinha... LEVANTA A MÃO (euzinha) e depois de um tempo viu que aquilo não combinava mais com você? Pois é. Fazer uma tatuagem não deve ser uma decisão feita de repente e às pressas. Marcar a pele de uma forma até hoje tida como definitiva, é o tipo de atitude que merece ser pensada, repensada e, claro, discutida com bons tatuadores. Além disso há também inúmeros cuidados e recomendações que devemos nos atentar antes de nos entregarmos a essa vontade. Um deles é conversar com um dermatologista afinal de contas, há o risco de pegar uma infecção ou uma alergia a algum componente da tinta e entender a sua pele. Mas se você pensou, fez e por algum motivo se arrependeu (assim como eu) sabe como é uma delícia poder contar com a tecnologia para apagar definitivamente marcas indesejadas do passado. No entanto, desde que surgiu, o laser removedor ainda gera dúvidas em muitas pessoas que pensam em aderir ao tratamento. Eu aos 24 anos (nem era mais tão novinha) me entreguei a moda da estrelinha no pulso e pouco depois já estava arrependida. Principalmente por causa do meu trabalho. Depois que comecei a apresentar o programa na TV, me incomodava profundamente toda vez que focavam na minha mão quando eu estava mostrando alguma coisa, a estrela (para mim) era o que chamava mais atenção. Usava relógio, passei a maquiar e a cada dia gostava menos daquela tattoo. Por isso resolvi fazer esse post que vai te ajudar a esclarecer alguns mitos e contar a minha experiência. O primeiro de tudo é falar com um profissional qualificado, e para a minha felicidade, conheci a doutora Luciane Hubner, que além de linda e super querida, é mega profissional e me explicou tudinho antes de iniciar o tratamento, e ainda me ajudou a escrever aqui para vocês. OINN s2! PRIMEIRO DE TUDO É PRECISO ENTENDER COMO QUE O LASER FUNCIONA. O equipamento de remoção da tatuagem atua disparando um feixe de luz (laser) com um comprimento de onda específico que, quando aplicado sobre a pele, é absorvido por pigmentos coloridos, incluindo pigmentos de melanina e, consequentemente, a tatuagem. A absorção dessa energia de luz, ou laser, leva a fragmentação do pigmento da tatuagem, que deverá ser posteriormente absorvido pelo sistema imunológico do paciente. Faz parte dos objetivos não afetar outras estruturas ao redor da área tratada. Assim, o colágeno adjacente permanece intacto, minimizando o potencial para cicatriz. A MAIOR DÚVIDA DE TODAS: QUANTAS SESSÕES SÃO NECESSÁRIAS PARA REMOÇÃO DA TATUAGEM? A quantidade de sessões na remoção de tatuagem a laser varia de acordo com o pigmento, assim como, a profundidade que o mesmo está situado. Leva-se em consideração, também, a intensidade da tinta, as cores e, principalmente, da resposta do organismo de cada paciente. É possível remover completamente a tatuagem com laser. Ao longo do tratamento, que pode variar entre 4 a 20 sessões na média, os traços vão ficando mais finos e claros, até desaparecerem. A remoção completa, no entanto, tem a ver com vários fatores. A minha era pequena e 4 sessōes foram suficiente.

Primeira, segunda e terceira aplicação.

Hoje

O QUE É PRECISO SABER ANTES DE INICIAR O TRATAMENTO DE REMOÇÃO DE TATUAGEM? Não expor a região a ser tratada ao sol até uma semana antes da aplicação, e não ter feridas abertas, infecções ou crostas no local a ser tratado. Me sigam no Instagram http://www.instagram.com/TaniaMadu

Escrito por:
Tania Madureira
Veja também...
Siga nossas Redes
Publicidade