Meu cabelo cresceu ;) - a magia das extensões!

 22-5-2018   Tania Madureira - Variedades   Artigo

Olá minha gente! Tudo bem por aí?

Quem me acompanha no Instagram viu que mudei um pouquinho o meu visual este mês. Algumas pessoas me perguntaram o que fiz para o meu cabelo crescer tão rápido. Eu comprei!!! Hahaha, isso mesmo! Se alguns anos atrás colocar extensões no cabelo era visto como um mimo bastante luxuoso e não ao alcance de qualquer um, hoje virou moda e existem no mercado diferentes formas de aplicação acessíveis a todas as mulheres e bolsos! Seja para dar mais volume ou comprimento para um penteado, numa ocasião especial, adicionar madeixas de cor ou simplesmente para dar mais estilo no seu dia a dia. Eu pessoalmente já experimentei algumas técnicas, já usei uma removível com fio de silicone, depois a adesiva e também a trançada. Aqui nos Estados Unidos já usei apliques com Tic Tacs e agora coloquei uma que une duas técnicas, as extensōes com anilhas e cosidas. Vou contar aqui um pouquinho do que aprendi pesquisando e o que me explicaram de cada tipo, cuidados e recomendações. Primeiramente…

De onde vem o cabelo?
A pergunta mais frequente por parte de quem pensa colocar extensões é, sem dúvida: “de onde vem o cabelo”? E é, na realidade, uma boa pergunta, até porque existem três tipos de cabelo utilizados na colocação de extensões:
  • Cabelo Sintético: o mais fraco em termos de qualidade, a sua composição – que se assemelha muito ao cabelo das bonecas – recai sobre dois tipos de fibra química e não aceita nenhum tipo de equipamento com calor. Então nada de chapinhas ou baby Liss. 
  • Cabelo 100%: num nível ligeiramente superior, este cabelo é 100% processado, ou seja, são recolhidas quantidades industriais de cabelo humano (a partir de dadores – sim, há quem doe o seu cabelo!) que são posteriormente banhadas em ácido; segue-se um banho de tinta e outro em silicone para atribuir às extensões o brilho que lhes caracteriza.
  • Cabelo Natural: o melhor em termos de qualidade, durabilidade e aspecto pois é feita de cabelo 100% natural. Mantendo a sua escama original, este cabelo não é alvo de nenhum tipo de tratamento químico. Melhor é mesmo impossível!
Que método escolher?
O maravilhoso mundo do cabelo já disponibiliza várias técnicas de aplicação de extensões que diferem entre si em diversos aspectos: o tipo de cabelo utilizado, a forma como esse cabelo é preparado, o método de aplicação, a sua duração e, claro, o preço. O método de aplicação é bem variado e algumas técnicas mais populares são as seguintes:
  • Extensões Trançadas
    Com um aspecto bem natural, estas extensões não prejudicam o cabelo, acompanhado antes o seu ritmo natural de crescimento. Elas são entrançadas na cabeça graças às tranças horizontais previamente feitas no cabelo já existente. 
    Tempo de Aplicação: 6 horas
    Duração: 4 meses
  • Extensões com micro-cilindros ou anilhas
    Este é um dos métodos mais populares aqui nos Estados Unidos devido à sensação de conforto e de leveza que as extensões conferem uma vez aplicadas: é quase como sempre lá estiveram!  Pequenos cilindros de cerca de 5 mm, podendo ser metálicos, metálicos revestidos de silicone ou de plástico), permitem uma fixação resistente e completamente camuflada pelo couro cabeludo. 
    Tempo de Aplicação: 3 horas
    Duração: 3 a 5 meses
  • Extensões Cosidas
    Tal como o próprio nome indica, esta técnica, que também é conhecida como tissagem, implica que as extensões sejam “cosidas” ao cabelo. Tendo como vantagens o preço e um tempo de aplicação mais reduzido.
    Tempo de Aplicação: 3 horas
    Duração: 2 meses
  • Extensões de queratina com calor
    Um dos métodos mais simples e talvez, por isso mesmo, um dos mais utilizados, implica a colocação das extensões uma a uma. Isto porque cada mexa da extensão é colocada com uma gota de adesivo de queratina (uma proteína igual à que encontramos no nosso cabelo natural) na sua ponta e, com recurso a uma pinça especial aquecida, a queratina derrete, fixando a extensão por completo. Embora demorado, o resultado final é surpreendentemente natural. 
    Tempo de Aplicação: 4 horas
    Duração: 3 a 6 meses
  • Extensões adesivas
    Leves e invisíveis, estas extensões revolucionárias são fáceis de juntar e são       duráveis! Coloca-las é muito simples. Aplica-se uma primeira tira da extensão pressionando a fita adesiva por debaixo das raízes e depois uma segunda tira da extensão na parte superior do cabelo (para um efeito “sanduíche”). Logo que as tenha tirado fora, também pode substituir as fitas adesivas nas suas extensões para as fazer durar mais.
    Tempo de Aplicação: meia hora.
    Duraçao: 2 meses
  • Extensões ou aplique Tic Tac:
    Estas extensões são tão fáceis de aplicar como de remover e fixam-se diretamente nas suas raízes, para que você possa mudar o seu look por um dia ou mais. As extensões Tic Tac podem durar dez a doze meses, dependendo de quanto você costuma usá-las e como você cuida delas. Para aplicá-las, simplesmente divida o cabelo em seções repartindo-as horizontalmente, começando na nuca do seu pescoço e levante estas seções para anexar as tramas por baixo. 
  • Extensões com fio de silicone: 
    Este aplique é muito fácil e simples de colocar. É basicamente uma tiara de silicone que você coloca e arruma os fios do cabelo para esconder. Ótima opção também para quem quer mudar o visual sem comprometer tanto o bolso e as madeixas.
Quanto custam essas maravilhas? 
O preço varia de acordo com a quantidade de cabelo (peso), comprimento, cor e textura dos fios, e até a qualidade do cabelo natural usado no mega hair. E um preço médio é de R$ 500 por uma quantidade de 50 gramas de cabelo em mechas de 45 cm.

Recomendações 
Para assegurar que a sua experiência com extensões seja, acima de tudo, positiva, é importante fazer alguma pesquisa prévia: antes de escolher o salão onde pretende fazê-las, fale com as amigas, pesquise na internet e veja algumas referências. Escolha um salão de preferência um com experiência em matéria de extensões. Faça uma prévia e uma visitinha antes de marcar o dia e a hora e aproveite para tirar todas suas duvidas.
  • Em primeiro lugar, o profissional deve analisar o seu cabelo, assegurando que está em condições para receber e manter as extensões. Para além disso, o estilista deve ainda aconselhar-lhe em termos do tipo de extensão a colocar e qual o método mais adequado ao seu cabelo.
  • Normalmente as extensões não devem ser mais compridas do que duas vezes o comprimento do seu cabelo natural.
  • Exponha o seu estilo de vida para saber como deverá ser os cuidados diários com o seu cabelo.
  • Certifique-se que não tem qualquer dúvida acerca do tipo e qualidade de cabelo que lhe vai ser aplicado, assim como sobre o método escolhido.
  • Peça para ver alguns “antes e depois”.
  • Assegure-se do tempo que irão durar as extensões que pretende colocar.
  • Informe-se acerca das manutenções. Saiba exatamente qual o preço das extensões e se esse valor inclui ou não as sessões de manutenção e/ou a remoção das mesmas.
  • Pergunte se as extensões são reutilizáveis. 
Cuidados redobrados
Quem já viu, pode atestar que o efeito de umas extensões bem-feitas – seja para criar volume ou alongamento, é lindo de morrer e muitas vezes difícil de perceber! No entanto, se o nosso cabelo “normal” já exige cuidados, o mesmo vale para as extensões. Para assegurar o seu aspecto perfeito entre manutenções, existem algumas recomendações básicas:Utilize uma escova de cerdas macias, ou especiais escovando delicadamente pelo menos duas vezes ao dia.
  • Utilize produtos capilares específicos para extensões
  • Escove o cabelo antes de o lavar, para desembaraçar e desfazer.
  • Molhe as extensões gradualmente – muita água pode embaraçar as extensões, e aí você certamente vai perder alguns fios. Lave o cabelo de cima para baixo, com movimentos suaves. E não utilizar condicionadores na raiz, o que pode fazer com que elas se soltem mais rapidamente.
  • É bom diminuir ao máximo a utilização de secadores e pranchas de esticar, quanto mais calor aplicar às extensões menos tempo vão durar – é preferível deixá-las secar naturalmente. E então modelar as madeixas usando um protetor de fios. 
  • Nunca vá dormir com as extensões molhadas e o ideal é mesmo prendê-las durante o sono, para evitar que se soltem.
  • Não pinte ou faça permanentes às extensões. Consulte sempre o seu cabeleireiro.
    Todos os tipos de extensões tem seus pros e contras. Eu acho as removíveis super praticas, mas como queria acordar e já estar com cabelão e ainda ter a liberdade de poder ir a praia, piscina e não ter que ficar me preocupando que cabelo iria cair decidi pelas técnicas de fixação. Não curti muito a fita adesiva pois sentia o cabelo muito preso. As técnicas de costuras são  bem legais e permitem você fazer vários penteados sem aparecer. Vou deixar aqui o link da Nilta Cabeleira. Foi lá que coloquei todos os meus apliques no Brasil. Ela é especialista no assunto e tem uma técnica exclusiva de aplicar as extensões que não incomodam nada e ficam super naturais. Ah! Muitas famosas tem suas cabeleiras compradas e colocadas com ela. Aqui em Austin coloquei no salão onde costumo fazer minhas luzes. A Abby faz a técnica de anilhas com costura. 
LINKS PARA MAIS INFORMAÇÕES
www.nilta.com.br - São Paulo - São Paulo, Brasil 
www.blondefaithsalon.com - Austin - Texas, EUA



Escrito por:
Tania Madureira - Variedades
Veja também...
Siga nossas Redes
Publicidade