PULAR PUBLICIDADE

Três livros para ler em um dia

25-7-2018
Às vezes a gente quer tirar um dia só para ler. E às vezes também bate aquela vontade de devorar um livro de uma vez só. Por isso vim aqui apresentar três livros para ler de uma sentada só!

1- Cilada - Harlan Coben

Escolhi Cilada, mas poderia recomendar qualquer livro do autor. O cara é conhecido como o mestre das noites em claro por um motivo, não é mesmo? 
Sinopse: Haley McWaid tem 17 anos. É aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior.
O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida.
Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente.
Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios.
Pensa num livro que prende! Quem costuma ler o autor vai encontrar personagens de outros livros nesse aqui. Como todo livro do Coben, a narrativa não tem enrolação, é cheia de histórias paralelas que se cruzam e convergem para a principal e tem muita, muita, muita reviravolta!


2- Objetos cortantes- Gillian Flynn


Esse é mais um livro para não largar antes do fim. Também é uma história que prende do início ao fim, cheia de reviravoltas. A gente vai querendo saber o que aconteceu com a Camille, por que ela foi parar no hospital psiquiátrico e quem está por trás da morte das crianças. Uma boa notícia: vai virar série na HBO, e vai ser em breve, hein!!
Sinopse: Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.
Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado.
Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas.




3- Eleanor & Park - Rainbow Rowell


Pense num livro amorzinho! Dá pra shippar, dá para se apaixonar com personagens, tem motivos para se revoltar… Certeza que rapidinho você termina esse livro!
Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e "grande" (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família.
Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.




Agradeço ao Connect Blogger e ao Agito 24 Horas por essa parceria de sucesso!
ME ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS

ESCRITO POR:
Livia Santana
   Newsletter
   Contato
   Mais visualizados do mês